10 de set de 2009

O que é tarô?


Um alfabeto simbólico? Um alfabeto mágico, arquetípicos do ser humano, diagrama da vida terrestre, mensagem do inconsciente, uma ponte entre a alma e o espírito? Ou será um legado de homens sábios?

O tarô é constituído de 78 cartas que denominamos de arcanos (mistério, oculto, o que precisa ser desvelado) e está dividido em dois grupos: 22 símbolos principais denominados arcanos maiores que designam a vontade humana, seus anseios, ideias, potencialidades, probabilidades, e 56 símbolos secundários denominados de arcanos menores que determinam a direção e os objetivos conceituados nos arcanos maiores. Um se relaciona com a VIDA, o modelo das ideias, e o outro com a FORMA, o modelo da realização. Ambos os conjuntos relatam a experiência humana: a orientação presente e melhor construção do futuro..


O tarô é um oráculo baseado na estrutura mental do ser humano, dos fatos naturais de acontecimentos da vida: tudo tem começo, meio e fim. Seus símbolos são transposições arquetípicas de nosso comportamento. Tudo em nossa existência pode ser encontrado nos arcanos do tarô, basta saber ler este maravilhoso alfabeto mágico.


Contudo, os arcanos do tarô não se destinam somente as vias divinatórias para verificar o amor, saúde, finanças, profissão, família, casamento, namoro. Todos esses valores são apenas pequenos detalhes no universo tarológico. A real importância se encontra em seu estudo sistemático: a via do autoconhecimento; pois, uma vez adquirida, novos rumos e diretrizes serão traçadas por si mesmo, mudando por completo a vida e seus valores.


Enfim, tarô é um oráculo, é autoconhecimento, é terapia, é evolução...

Fonte: http://www.neinaiff.com
Texto baseado no livro "Curso Completo de Tarô, Nei Naiff - Ed. Nova Era"

0 comentários:

Postar um comentário