22 de set de 2009

A estrutura do tarô: 78 arcanos


Os 22 arcanos maiores se reportam à mente abstrata, ao mundo subjetivo, aos poderes da criação, diretos e árbitros, que a consciência manipula para seu universo; os 56 arcanos menores se lançam à mente racional, ao mundo do objeto, aos poderes da concretização, independente da vontade e ação dos primeiros. Podemos dizer que os arcanos maiores representam as energias natas que envolvem uma situação e os arcanos menores o modo como essas energias irão se materializar.22 arcanos maiores

Os arcanos maiores se encontram estruturados com 21 cartas numeradas + 1 carta sem número totalizando 22 arcanos; todas contêm nome e simbologia extremamente diferentes uma das outras. As cartas (arcanos) formam uma cadeia simbólica, individual e evolutiva, sempre com a carta numericamente sucessora; assim, o arcano 1, O Mago (livre-arbítrio, início), evolui simbólica e sintomaticamente para o arcano 2, A Sacerdotisa (reflexão, passividade). Por sua vez, o arcano 2, A Sacerdotisa, evolui para o arcano 3, A Imperatriz (dedução, desenvolvimento), esta para o arcano 4, O Imperador (controle, autoridade), sucessivamente até a última carta numerada: o arcano 21, O Mundo (conclusão, realização). Complementando o circuito espiritual surge o arcano Sem Número, O Louco (nada, vácuo), revelando-se um elo de ligação entre o arcano 21 e o arcano 1 para a formação de uma nova fase de ação e/ou desejo. Esse processo simboliza uma ponte entre o fim e o começo, o passado e o futuro, a continuidade da vida.

56 arcanos menores

Os arcanos menores estão estruturados em quatro séries de 14 cartas (4 x 14), que denominamos de naipes de Ouros, Espadas, Copas e Paus, totalizando 56 cartas. Cada série contém quatro cartas denominadas de "Corte": Pajem, Cavaleiro, Rainha e Rei, e mais dez cartas numeradas de 1 (Ás) ao 10. As quatro séries — Ouros (plano material), Espadas (plano mental), Copas (plano sentimental) e Paus (plano transcendental), formam cadeias simbólicas sinalizadoras e lineares do Pajem ao Rei, seguida do Às ao 10. Ao contrário dos arcanos maiores, não possui função cíclica, mas delimitam a trajetória de um determinado plano. Embora a corte e os numerados tenham evolução entre si, cada qual representa um aspecto individual e particular de manifestação da série correspondente.

Se gostou do post, assine nosso RSS Feed!

Ou então assine o Realidade Perdida por Email!


Comente! Seu comentário é muito importante para nós!



Texto baseado no livro "Curso Completo de Tarô, Nei Naiff - Ed. Nova Era"

2 comentários:

Steph Mupsi disse...

LEgal! Queria que alguém lesse pra mim, mas não conheço ngm aqui perto que saiba. =/

Ana disse...

Olá,
Aonde você mora? As vezes posso te indicar alguém se for da minha cidade!

Postar um comentário